sexta-feira, 19 de setembro de 2014

MANUAL DO ALUNO


Escola Técnica Estadual de Suzano

Manual do Aluno
Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o Centro Paula Souza administra 207 Escolas Técnicas (Etecs) atendendo cerca de 226 mil estudantes em 120 cursos e 55 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) com 59 mil alunos em 61 cursos abrangendo 159 municípios paulistas.
O Centro Paula Souza iniciou suas atividades em 6 de outubro de 1969, mas desde 1963 as primeiras reuniões do Conselho Estadual de Educação surgiram com a necessidade de formação profissional para acompanhar a expansão industrial paulista.
A idéia de criar um Centro Estadual voltado para a Educação Tecnológica ganhou consistência quando Roberto Costa de Abreu Sodré assumiu o governo do Estado de São Paulo, em 1967.
Em outubro de 1969, o governador Abreu Sodré assinou o Decreto-Lei que criou a entidade autárquica destinada a articular, realizar e desenvolver a educação tecnológica nos graus de ensino Médio e Superior.
A instituição foi idealizada em 1963 e começou as suas atividades em 1969; a denominação "Centro Paula Souza" aconteceu em 1971 para homenagear Francisco de Paula Souza, fundador da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

A ETEC de Suzano iniciou suas atividades em 04/08/2008, como Classe Descentralizada da ETEC “Presidente Vargas” de Mogi das Cruzes e no dia 18/09/2008 o Governador José Serra decretou a criação da ETEC de Suzano cujo código é 190.


Nosso Grêmio Estudantil teve início em março de 2009 e a Associação de Pais e Mestres nasceu em 22/04 do mesmo ano num esforço conjunto de alunos, pais, professores e funcionários.     
                       Escola Técnica Estadual de Suzano
                             
Missão: Promover educação de qualidade aos jovens e adultos, visando formação educacional e profissional humanizada preparando para a inserção ao mundo do trabalho, instigando a busca pelo “aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser”, tendo como meta uma sociedade solidária, justa, harmoniosa, saudável e feliz.”

Visão: Ser referência dentro do contexto educacional local, regional e estadual (Centro Paula Souza), consolidando-se como uma instituição formadora de “GENTE” preparada para liderar de maneira humanizada, buscando o crescimento e o desenvolvimento de cada um dos colaboradores visando sempre qualidade e excelência.

Gestão Escolar

·     Diretora da Escola: Profa. Sonia T. Yamashita de Campos Lima
·     Diretora de Serviços Acadêmicos: Marina Sato Tasato
·     Diretora de Serviços Administrativos: Profa Sandra Alves
·     Coordenador Pedagógico: Prof. Marcos Antonio Motta
·     Coordenador - Administração : Prof. Douglas Cunha
·     Coordenador - Contabilidade:  Profa. Ediara Simões
·     Coordenadora - Enfermagem: Profa. Lindaci S. Silva Pereira
·     Coordenadora - Ensino Médio: Profa. Claudia L. Garzaro Nunes
·     Coordenador - Química: Prof. Adriano de Moraes Rodrigues
·     Coordenadora - Secretariado: Profa. Ediara Simões

 Horário das Aulas


Manhã
Tarde
Noite
0 7 h 3 0 – 1 2 h 0 0
Intervalo
10h00–10h20
1 3 h 1 5 – 1 7 h 4 5
Intervalo
15h20–15h40    
1 8 h 5 0 – 2 2 h 5 0
Intervalo
20h45–20h55
ETIM de Química – Início do período da tarde às 13h00


Horário de Atendimento da Secretaria Escolar
Os alunos poderão solicitar os serviços da Secretaria
somente fora do período de aula.

Recesso (Julho) e Férias (Janeiro)
Segunda à Sexta-feira -  0 9 h 0 0  às 1 7 h 0 0
Horário Especial no Período de Matrículas



Informes da Secretaria Escolar

·   Declaração de Matrícula- 03 dias úteis
·   **Pedido de Reclassificação/Reconsideração – Solicitação até o 5º dia letivo do período subsequente; prazo para conclusão do processo em 10 dias letivos após a data final do pedido
·   OBS: O aluno c/ PP NÃO tem direito a reclassificação, mas pode solicitar “Reconsideração”
·   **Aproveitamento de estudos – Solicitação conforme o calendário publicado e resultado em 10 dias úteis a partir do prazo final definido para a solicitação do pedido
·   *Entrega de Certificado de módulo – 90 dias
·   *Histórico Escolar (Módulo/ conclusão de curso)– 180 dias
*Exceto para alunos c/ PP ou pendência de documentos e/ou Estágio obrigatório
· Diploma – 180 dias (a vida escolar do aluno deverá estar regularizada no GDAE - Gestão Dinâmica de Administração Escolar)
Trancamento – 10 dias úteis após o pedido. A vaga só será garantida se a matrícula for renovada na data estabelecida no calendário e no ano/semestre seguinte.

Transferência de Escola – É de responsabilidade do aluno conseguir a vaga na escola de destino. Prazo para entrega da Declaração - 3 dias úteis.
Condições Especiais de Estudo (Enfermo e Gestante) –Somente com o documento comprobatório da solicitação médica. Prazo 7 dias úteis.
Alunos adventistas – Necessidade de Declaração assinada pela autoridade religiosa, com prazo de 05 dias úteis.

 **O aluno deverá frequentar as aulas até a publicação do resultado.


·    CANCELAMENTO DE MATRÍCULA: O aluno INICIANTE NO CURSO terá sua matrícula cancelada se faltar nos (05) cinco primeiros dias de aula (Artigo 53 do Regimento Comum das ETECs).

·    EVASÃO (Perda do Direito a Vaga/Desistência): será considerado evadido o aluno que faltar 15 dias letivos consecutivos sem justificativa (Artigo 56 do Regimento).

·    TRANSFERÊNCIA DE PERÍODO: O aluno terá matrícula garantida no período correspondente à opção feita quando da inscrição no vestibulinho.  Casos diferenciados serão estudados pela direção.


Atendimento aos Pais / Responsáveis
Os responsáveis poderão marcar reuniões de esclarecimentos sobre a proposta pedagógica, orientação educacional e acompanhamento do desempenho pedagógico dos alunos. Para um atendimento individualizado, os pais devem ligar e agendar horário com a Coordenação do Curso, Coordenação Pedagógica e/ou Direção.

De acordo com o Regimento Comum das ETECs:
Capítulo I - Artigo 101, são DIREITOS dos alunos:

I - concorrer à representação nos órgãos colegiados, nas instituições auxiliares e no órgão representativo dos alunos;
II - participar na elaboração de normas disciplinares e de uso de dependências comuns, quando convidados pela Direção ou eleitos por seus pares;
III - receber orientação educacional e/ou pedagógica, individualmente ou em grupo;
  
IV - recorrer à Direção ou aos setores próprios da Etec para resolver eventuais dificuldades que encontrar na solução de problemas relativos a sua vida escolar, como: aproveitamento, ajustamento à comunidade e cumprimento dos deveres;
V - recorrer dos resultados de avaliação de seu rendimento, nos termos previstos pela legislação;
VI - requerer ou representar ao Diretor sobre assuntos de sua vida escolar, na defesa dos seus direitos, nos casos omissos deste Regimento;
VII - ser comunicado sobre os resultados da avaliação e critérios utilizados de cada componente curricular;
VIII - ser informado, no início do período letivo, dos planos de trabalho dos componentes curriculares do módulo ou série em que está matriculado;
IX - ser ouvido em suas reclamações e pedidos;
X - ser respeitado e valorizado em sua individualidade, sem comparações ou preferências;
XI - ter acesso e participação nas atividades escolares, incluindo as atividades extraclasse promovidas pela Etec;
XII - ter garantia das condições de aprendizagem e de novas oportunidades mediante estudos de recuperação, durante o período letivo;
XIII - ter garantida a avaliação de sua aprendizagem, de acordo com a legislação.
Artigo 102 - Os órgãos representativos dos alunos terão seus objetivos voltados à integração da comunidade escolar visando à maior participação do processo educativo e à gestão democrática da Etec.
Parágrafo único - A Etec propiciará condições para a instituição e o funcionamento de órgãos representativos dos alunos.                                                                                                

Capítulo II - Artigo 103, são DEVERES dos alunos:

I – conhecer, fazer conhecer e cumprir este Regimento e outras normas e regulamentos vigentes na escola;
II – comparecer pontualmente e assiduamente às aulas e atividades escolares programadas, empenhando-se no êxito de sua execução;
III – respeitar colegas, professores e demais servidores da escola;
IV – representar seus pares no Conselho de Classe, quando convocado pela Direção da Escola;
V – cooperar e zelar na conservação do patrimônio da escola e na manutenção da higiene e da limpeza em todas as dependências:
VI – cooperar e zelar pela sustentabilidade e preservação ambiental, utilizando racionalmente os recursos disponíveis;
VII - indenizar prejuízo causado por danos às instalações ou perda de qualquer material de propriedade do CEETEPS, das instituições auxiliares, ou de colegas, quando ficar comprovada sua responsabilidade; 
VIII – trajar-se adequadamente em qualquer dependência da escola, de modo a manter-se o respeito mútuo e a atender às normas de higiene e segurança pessoal e coletiva.

Capítulo III – DAS PROIBIÇÕES – Artigo 104, é vedado ao aluno:

I - apresentar condutas que comprometam o trabalho escolar e o convívio social;
II - ausentar-se da sala de aula durante as aulas sem justificativas;
III - fumar em qualquer das dependências escolares;
IV - introduzir, portar, guardar, vender, distribuir ou fazer uso de substâncias entorpecentes ou de bebidas alcoólicas, ou comparecer embriagado ou sob efeito de tais substâncias na Etec;
V – introduzir, portar, ter sob sua guarda ou utilizar qualquer material que possa causar riscos a sua saúde, a sua segurança e a sua integridade física, bem como as de outrem;
VI - ocupar-se, durante as atividades escolares, de qualquer atividade ou utilizar materiais e equipamentos alheios a elas;
VII – praticar jogos sem caráter educativo nas dependências da Etec, exceto quando contido nos planos de trabalho docente;
VIII - praticar quaisquer atos de violência física, psicológica ou moral contra pessoas, ou ter atitudes que caracterizam preconceito e discriminação;
IX – praticar quaisquer atos que possam causar danos ao patrimônio da escola ou de outrem nas dependências da Etec;
X - promover coletas ou subscrições ou outro tipo de campanha, sem autorização da Direção;
XI - retirar-se da unidade durante o horário escolar e da residência de alunos (alojamentos), sem autorização;
XII – Utilizar das novas tecnologias dentro do ambiente escolar com o intuito de denegrir a imagem dos membros da comunidade escolar.

CAPÍTULO IV - Das Penalidades
Artigo 106 - A inobservância das normas disciplinares fixadas nos termos dos artigos 103 e 104, deste Regimento, sujeita o aluno às penas de advertência, de repreensão por escrito, de suspensão e de transferência compulsória pelo Diretor de Etec.
§ 1º - A penalidade de suspensão poderá ser sustada pela Direção, quando atingidos os efeitos educacionais esperados.
§ 2º - A penalidade de suspensão poderá ser substituída por atividades de interesse coletivo, ouvido o Conselho Tutelar.
 § 3º - A aplicação da penalidade de transferência compulsória, deverá ser referendada pelo Conselho de Escola e, quando a aluno menor, deverá ser notificado o Conselho Tutelar.
§ 4º - É assegurado ao aluno o direito de ampla defesa, nos prazos estabelecidos pela notificação.
Artigo 107 - A ocorrência disciplinar deverá ser comunicada:
I - quando o aluno for menor de 18 anos, em qualquer caso, a seu responsável;
II - à autoridade policial do município, se for considerada grave;
III - ao Conselho Tutelar, se for considerada grave, quando o aluno for menor de idade.

ALGUMAS NORMAS DE CONVIVÊNCIA ESCOLAR

·   Manter o crachá sempre visível durante o período de permanência na escola;
·   A camiseta da escola será o uniforme e deverá ser utilizada SEMPRE para maior segurança de todos;
·   Para o Ensino Médio e ETIM, o horário de entrada é às 07h30, devendo o aluno apresentar-se às 07h20 quando do 1º sinal. Não será permitida a entrada após esse horário.
·    Para os Cursos Técnicos (tarde e noite) haverá tolerância de 10 minutos para entrada em sala no 1º módulo; o aluno que chegar após essa tolerância entrará na aula somente com a autorização do(a) professor(a), ficando o aluno ciente que a autorização para entrar não abonará a falta pelo atraso.
·    Para o 2º módulo, o aluno do curso técnico poderá entrar na escola até o início do intervalo, isto é, 15h20 (tarde) ou 20h45 (noite).
·   Em caso de falta de professor ou na impossibilidade de não haver aula, só será liberada a saída do aluno menor de idade quando houver uma autorização de saída antecipada (fornecida pela escola) assinada por um dos responsáveis dentro do prontuário.
·   Não haverá liberação de saída dos alunos menores, quando solicitada por telefone/bilhete, sendo necessária a presença de um dos responsáveis.
·   TODOS OS ALUNOS, independente da idade deverão apresentar o crachá para autorização de saída, registrando no livro o dia, a hora e a justificativa.
·   Na sala de aula, AUDITÓRIO ou laboratórios, não deverão ser consumidos alimentos;
·                O jogo (baralho, carteado, truco, etc.) é proibido na escola;
·    Para a afixação de cartazes será necessário a autorização da Coordenação/Direção;
·    A higiene e limpeza das salas de aula, banheiros e outras dependências é DEVER de todos; em especial as carteiras, deverão ser limpas sempre no final de cada período;
·    Atitudes desrespeitosas, discriminação racial, religiosa, sexual e outras, que causem constrangimentos serão passíveis de aplicação das normas regimentais;
·    O trote é expressamente proibido e os alunos envolvidos poderão ser transferidos compulsoriamente da escola de acordo com as normas do Regimento Escolar;
·    Bonés, toucas/gorros, lenços ou similares não deverão ser utilizados em sala de aula/escola;                                             
·   Nos Laboratórios de Química os alunos deverão trajar-se adequadamente com avental de algodão e calçados fechados; a ausência do traje adequado impedirá o aluno de permanecer no local.                                                                                                                                         
·    Não são permitidos o uso em sala de aula de aparelhos eletrônicos e a escola não se responsabilizará por qualquer tipo de dano ou ocorrência em relação a esse tipo de objeto nas dependências de nossa unidade escolar.;
·    O aluno deve justificar as ausências tanto em aulas como em provas junto à Secretaria Escolar (por requerimento). Para nova avaliação, dependerá da justificativa apresentada a(o) professor(a) como doença ou acidente da própria pessoa; gala (casamento do próprio aluno); nojo (falecimento de familiares próximos); obrigações militares; serviço público obrigatório; doação de sangue ou interrupções de transporte; 
·    Não é permitida a divulgação ou comunicação de qualquer assunto aos alunos no horário de aula, SEM autorização da Direção ou Coordenação;
·    Todas as ocorrências/notificações farão parte do prontuário do aluno.
A escola é isolada e alguns cuidados deverão ser tomados pelos alunos:
1.    Procure andar sempre que possível com alguns colegas;
2.    Fique atento o tempo todo, cuide-se e mantenha uma postura defensiva;
3.    Use sempre o uniforme e também o crachá para a sua própria segurança e identificação.
 AVALIAÇÃO

Será sistemática, contínua e cumulativa, por meio de instrumentos diversificados (provas, seminários, apresentações, visitas técnicas,  frequência, participação...), elaborados pelo(a) professor(a) com o acompanhamento do(a) coordenador(a).
A avaliação incidirá sobre o desempenho do aluno nas diferentes situações de aprendizagem, considerados os objetivos propostos para cada uma delas.

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

O estágio é um momento de fundamental importância no processo de formação profissional, onde o estudante pode perceber as diferenças do mundo organizacional e exercitar sua adaptação ao meio empresarial. Está no estágio a oportunidade de assimilar a teoria e a prática, aprender as peculiaridades e "macetes" da profissão e conhecer a realidade do dia-a-dia.
·   O que fazer quando conseguir um Estágio? - O aluno deverá procurar o(a) Professor(a) Coordenador(a) do curso para orientações.


TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – T C C

CAPÍTULO I - Conceituação e Objetivos
Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC constitui-se numa atividade escolar de sistematização do conhecimento sobre um objeto de estudo pertinente à profissão, desenvolvida mediante orientação, acompanhamento e avaliação docente, cuja realização é requisito essencial e obrigatório para obtenção do diploma de técnico.
Art. 2º - São objetivos do TCC:
Contextualizar os currículos, promovendo a interação da teoria e da prática, do trabalho e da educação;
Proporcionar experiências práticas específicas aos alunos por meio do desenvolvimento de projetos, promovendo a integração com o mundo do trabalho e o convívio sócio-profissional, propiciando o domínio das bases norteadoras da profissão de forma ética e compatível com a realidade social, desenvolvendo valores inerentes à cultura do trabalho;
Promover a autonomia na atividade de produção de conhecimento científico, possibilitando o aprimoramento de competências e habilidades do aluno, que lhe facultem o ingresso na atividade profissional relacionada à habilitação a que se refere.
 CRITÉRIOS PARA PROMOÇÃO E RETENÇÃO


QUANTO A FREQUÊNCIA: Será exigido um mínimo de 75% do total de horas de efetivo trabalho escolar considerando o conjunto dos componentes curriculares.

 Menções - desempenho no desenvolvimento das competências
MB = Excelente

B = Bom

R = Regular

I = Insatisfatório


Resultado
DESEMPENHO


R

E

T
O aluno obteve menção insuficiente em mais de três componentes curriculares não apresentando domínio das competências/habilidades previstas para o módulo/série, considerando os aspectos como carga horária do(s) componente(s) e a importância das habilidades desenvolvidas por meio deste(s) para obtenção de títulos de qualificação ou técnico.

I

D
O aluno obteve frequência inferior ao mínimo exigido e menção insuficiente em um componente curricular não apresentando o domínio das competências / habilidades previstas para o módulo/série

O


O aluno obteve menção insuficiente em quaisquer componentes curriculares do módulo final, incluídos os de módulo(s) anteriores cursados em regime de progressão parcial ou adaptação de estudos.


RECLAS

PROM
O aluno obteve frequência inferior ao mínimo exigido, no entanto, obteve menção suficiente em todos os componentes curriculares do módulo/série sendo considerado RECLASSIFICADO (promovido).

PROM
Del 120
O aluno obteve frequência mínima exigida e menção insuficiente em um único componente curricular, no entanto, diante de seu desempenho global apresenta o domínio das competências/habilidades exigidas para o prosseguimento ou conclusão do curso.

PROM
com
P P
O aluno obteve menção insuficiente em até três componentes curriculares, no entanto, apresenta o domínio das competências/habilidades pertinentes ao prosseguimento dos estudos no módulo/série subseqüente, além de frequência mínima exigida.
RECLAS (Reclassificado)   PROM(Promovido)   P P (Progressão Parcial)
 ·   O aluno que obteve Progressão Parcial poderá matricular-se no próximo módulo, mas terá que cumprir atividades em regime especial de estudos, propostas pelos professores para atingir as competências e habilidades do componente curricular. O aluno ficará retido caso não cumpra as progressões parciais ao término do último módulo.
·   O que é Reclassificação? Caso a retenção tenha ocorrido por desempenho insatisfatório, o aluno tem o direito de fazer uma avaliação elaborada pelo professor a fim de atingir as competências e habilidades propostas.
·   O que é Reconsideração? É o direito que o aluno tem de requerer a revisão de sua menção, cabendo ao Conselho de Classe decidir a aplicação ou não de uma nova avaliação.
·   O que é Aproveitamento de Estudos? É dispensa de componente(s); a Direção designará comissão de professores destinada a avaliar as competências e emitirá parecer conclusivo, valendo-se, para tanto, do exame de documentos, entrevistas, provas escritas ou práticas ou de outros instrumentos de avaliação compatíveis.

AUTO-AVALIAÇÃO - O que é OBSERVATÓRIO ESCOLAR?
É um instrumento de avaliação das Escolas Técnicas (ETECs) implantada pela Unidade de Ensino Médio e Técnico desde 1998, tendo caráter proativo, ajuda a criar uma cultura organizacional, com base na permanente evolução do pessoal e na melhoria contínua dos processos internos.

AVALIAÇAO DO CENTRO PAULA SOUZA – O que é o S A I?
Sistema de Avaliação Institucional - Tem por finalidade avaliar os processos de funcionamento das unidades escolares, seus resultados e impactos na realidade social/ cultural e econômica da região onde a instituição se insere, participando dele todos os segmentos envolvidos da escola.

PERFIL DE CONCLUSÃO – Ensino Médio e Técnico
A Matriz Curricular e o Perfil de Conclusão dos Cursos Técnicos da Área de Gestão, Administração, Contabilidade e Secretariado, Enfermagem, Meio Ambiente e Química além do Perfil de Conclusão do Ensino Médio poderão ser encontrados no site da escola: www.etecsuzano.com.br

As NORMAS e REGRAS da Escola são baseadas no Regimento  Comum das Escolas Técnicas Estaduais, que se encontra disponível no site do Centro Paula Souza – www.centropaulasouza.sp.gov.br                                                                                 Algumas características dos profissionais mais cobiçados:
1.  Estudou ou trabalhou no exterior tendo maior facilidade de adaptação;
2.  Já fez algum tipo de trabalho voluntário, pois tem facilidade para trabalhar em equipe e curiosidade em conhecer novas realidades;
3.  Fala Inglês, espanhol e tem noções de mandarim;
4.   Não se importa de morar em lugares distantes dos grandes centros; as empresas querem gente capaz de prospectar novos mercados e liderar a abertura de filiais.

E lembre-se dos sete hábitos das pessoas altamente eficazes:
01)     Seja proativo: não espere as coisas acontecerem, faça o que tem de ser feito;
02)     Comece com o objetivo em mente: Planeje, tenha foco;
03)     Primeiro o mais importante: defina prioridades;
04)     Pense ganha-ganha: você quer ganhar, o outro com certeza também quer, então procure soluções onde todos ganham;
05)     Procure 1º compreender, depois ser compreendido: escute antes de falar, entenda primeiro;
06)     Crie sinergia – uma idéia somada a outra idéia, não dão duas idéias, mas uma infinidade de novas idéias/possibilidades;
07)     Afine o instrumento: cuide do corpo mas não descuide da alma; estude muito, trabalhe a mente mas cuide também do espírito.
Entenda que sua aprendizagem não dependerá somente dos professores, mas muito da sua dedicação, participação, engajamento e vontade.
SUAS ATITUDES FARÃO TODA DIFERENÇA.
"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim".                Chico Xavier - 1910 - 2002